Como cuidar das axilas

Cuidados com as axilas

Talvez, em um primeiro momento, as dicas sobre como cuidar das axilas possa parecer estranha para a maioria dos homens, uma vez que este hábito é mais comum entre as mulheres.

Porém, basta lembrarmos que muitos homens precisam estar com as axilas depiladas. Quer exemplos?

Esportistas, principalmente os praticantes de natação, ciclismo e atletismo.

O motivo?

Para esses atletas, o principal motivo para fazerem depilação é que esse método aumenta a performance durante as provas, pois diminui o atrito com o ar e com a água. Um outro ponto importante, mas relacionado às lesões, é que o corpo sem pelos facilita a limpeza e o tratamento.

Há homens também que aderem à depilação das axilas em decorrência da quantidade de pelos, que podem causar alguma irritação durante práticas de esporte ou até mesmo em atividades diárias como trabalhar, por exemplo.

Veja também:

Câncer de tireoide masculina

Saiba a diferença entre antitranspirante e desodorante


Nivea Invisible Black & White: Sem odor e sem manchas

Independente dos motivos que te levam a depilar as axilas, o importante é adotar alguns cuidados para manter a pele dessa área sempre limpa, saudável, hidratada e livre de manchas escuras.

As axilas são uma região delicada da pele e que pode facilmente apresentar irritações se não forem bem tratadas. Problemas como vermelhidão, manchas e outros desconfortos não são incomuns.



Cena do filme Virgem aos 40
Lançado em 2005, uma das cenas mais engraçadas foi interpretado pelo ator Steve Carell. O personagem é submetido à sessão de depilação. Confira o vídeo:



Veja também:

Infográfico: como cuidar de sua barba 

Barbearia Clube


Confira as dicas para manter as axilas em dia:

Mantenha a região limpa: A axila é uma das áreas do corpo que mais transpira. Por isso, é fundamental manter a região sempre limpa e seca. Quem sofre com a sudorese, a fim de evitar o odor na região, não aplique o desodorante sem antes lavar a área, com a água e sabão. Caso contrário, pode contribuir para proliferação de bactérias na região contribuindo para a persistência do odor no local.

Escolha bem o desodorante: Leia bem o rótulo e opte por produtos sem álcool e parabeno na fórmula, pois essas substâncias podem agredir as axilas deixando mais vulneráveis às dermatites irritativas. Peles mais sensíveis e ressecadas pedem desodorantes hidratantes, por isso as versões em roll on e creme costumam ser as mais indicadas. O desodorante em versão aerossol é uma boa opção para quem tem pele normal e mais resistentes.

Cuidado com a depilação: Passar a lâmina com muita frequência nas axilas pode causar irritação da pele e pelos encravados. Caso note esses desconfortos, opte pelo creme depilatório ou depilação a laser. No caso do creme, escolha os específicos para as axilas, e que contenham hidratante. O laser é uma técnica indicada, pois deixa os pelos mais finos e diminui a quantidade. No entanto, são necessárias em média 6 a 10 sessões para obter um resultado satisfatório. No caso da depilação com cera, deve haver cuidado para não manchar ou escurecer a pele. Para evitar esse problema, é preciso evitar a exposição solar por alguns dias após a depilação. Se a técnica for com cera quente é preciso executar na temperatura adequada, para evitar queimaduras. A cera depilatória também pode tirar a camada de proteção da pele, deixando-a mais exposta e vulnerável.

Invista na hidratação: Por ser uma região sensível, é preciso manter a pele das axilas sempre hidratada. Para isso, quando passar creme hidratante no corpo, espalhe também nas axilas, massageando a região. Tome cuidado para que estejam bem secas antes da aplicação. Opte pelos cremes, deixando de lado os óleos hidratantes, que podem causar oleosidade excessiva e obstruir os poros, originando processo inflamatório nos folículos pilosos.

Faça esfoliação: Esfoliar a pele das axilas também é uma boa dica, pois ajuda a remover as impurezas, células mortas da região e resíduos do desodorante. Você pode usar uma bucha vegetal para fazer a esfoliação durante o banho. No entanto, não exagere, faça somente uma vez por semana, ou poderá sensibilizar a pele.

As dicas acima foram realizadas pela médica Geane Argolo, dermatologista consultora da Netfarma e que també atende na Clínica Dr. Família, em São Paulo.



Conteúdo Hombres. Tecnologia do Blogger.