Como substituir o açúcar nos alimentos

Como substituir o açúcar nos alimentos


Fala galera!

Vamos abordar mais um assunto sobre alimentação saudável.





Como já dissemos nos posts anteriores, que você pode conferir pelos links abaixo, manter um cardápio ‘clean’, ou seja, sem gordura ou açúcar é muito difícil.

Alimentos que aumentam a saciedade

Sacietógenos: aliados da saciedade

Saiba como funciona o mecanismo da fome

Como combater o apetite exagerado

Nossa correria diária muitas vezes nos impede de comer em um local, digamos, de confiança. Além disso, as várias opções disponíveis nos leva a deixar o prato sempre bem cheio!

Um dos grandes vilões de nossa saúde é o açúcar. Aquela sobremesa depois do almoço ou jantar além de saborosa é prejudicial para nossa boa forma. Entidades de saúde alertam que o alto consumo de sacarose pela população é um fator de risco para complicações como hipertensão, alterações metabólicas e, sobretudo, o diabetes.

Reduzir o consumo de açúcar não é apenas uma questão estética: é um fator de prevenção de diversas doenças.

Mas qual é a forma mais adequada e mais saudável de substituir o açúcar refinado, uma vez que restrições alimentares, condições de saúde e até mesmo o paladar podem implicar diretamente na escolha?

Bom, primeiro, vamos entender o papel do açúcar para o nosso corpo.

Precisamos de açúcar?

A sacarose, mais conhecida como açúcar de mesa, é sem dúvidas o tipo mais popular e de maior consumo em todo o mundo. Porém, o ingrediente não possui nenhuma característica funcional no organismo.

De acordo com a nutricionista Sinara Menezes da Nature Center, o alimento é classificado como uma caloria vazia, pois não entrega benefícios ao corpo. Apesar de ser extraída de um produto natural, os processos químicos responsáveis por refinar e deixar o açúcar com a aparência branca removem todos os nutrientes presentes na cana, logo o produto final não entrega nenhum nutriente.

Chato, hein?

Mas esta não é a única desvantagem: o açúcar é um carboidrato simples de altíssimo índice glicêmico, capaz de propiciar o ganho de peso e outras disfunções metabólicas quando consumido em excesso.

Diante de tal afirmação muitos podem se perguntar: mas nosso organismo não precisa de glicose?

Diferença de glicose x açúcar

A confusão entre açúcar e glicose é bastante comum. A glicose é o combustível do organismo, porém, esse composto é um monossacarídeo obtido principalmente através da metabolização de diversos alimentos.

Quando comemos, nosso organismo vai quebrar as estruturas dos alimentos até chegar nas moléculas mais simples e obter a glicose. Já a sacarose é um dissacarídeo composto de duas estruturas simples – a frutose e a glicose. O grande problema é que, devido a essa estrutura simples, a sacarose não exige muito esforço do organismo na sua digestão. Logo, o açúcar é absorvido de forma muito rápida pelo organismo e é justamente aí que mora o perigo.

Resumindo, a ingestão de sacarose vai te fazer engordar muito mais rápido! Portanto, prestar atenção em que tipo de açúcar você está consumindo vai te ajudar a manter o peso, a saúde em dia e não vai te trazer complicações no curto e longo prazo.

Veja em nosso próximo post a relação entre a ingestão de açúcar e a sua saúde. 



Conteúdo Hombres. Tecnologia do Blogger.