Cuidados essenciais para quem vai viajar

Cuidados essenciais para quem vai viajar

Com a proximidade do final do ano e do período de férias, é comum que as pessoas tirem um tempo para viajar. Inevitavelmente, a pele acaba sofrendo por conta de variações de temperatura e o resultado pode ser o ressecamento, como acontece em viagens de avião, por exemplo.

A dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology (AAD), dá dicas e orientações de como proteger a pele, tanto na praia, piscina, viagens de carro, navio ou avião. A primeira delas (e a mais importante), que serve para todas as situações, é a proteção solar. Sem ela, não há pele que resista às altas e baixas temperaturas, ar seco e muito sol.

Veja também:



Viagens de avião — Muitas pessoas não sabem, mas é essencial hidratar muito a pele para as viagens de avião. Antes de decolar, o recomendável é aplicar uma boa camada de hidratante no rosto e nas mãos, além de creme para a região dos olhos, para evitar o ressecamento.  “Quanto a viagens longas (mais de 6 horas), borrife água termal no rosto, por várias vezes, isso ajuda a manter a pele hidratada contra o ar seco dentro da aeronave. Não se esqueça de retirar a maquiagem durante o voo, antes de dormir e procure descansar o máximo possível, para evitar a aparência do jet lag, tão comum em percursos longos. Quando estiver a uma hora do seu destino, higienize novamente a pele e hidrate. E é importante lembrar de beber muita água. O ideal é tomar uma garrafinha por hora no avião”, recomenda Dra. Claudia. O uso de hidratantes que ajudem a manter a função de barreira da pele é uma recomendação importante. Os lábios também precisam de proteção, é importante utilizar protetor labial”, afirma a dermatologista. Para não chegar ao seu destino com bolsas nos olhos, evite ingerir alimentos salgados e os gordurosos também. Mas, caso eles inchem, aplique um creme específico para a área com ingredientes contra a inflamação.

Viagens de navio — A pele também precisa de cuidados redobrados, durante as viagens de navio. O protetor solar precisa ser de alta cobertura, com FPS acima de 60, além de cor para maior proteção contra a luz visível”, destaca a dermatologista.


Viagens de carro — Quanto ao ar-condicionado, de modo geral, tanto no carro ou ambientes, em função da redução da umidade do ar, a pele e os cabelos ficam mais ressecados e expostos ao envelhecimento. “É importante utilizar produtos antioxidantes, com ativos que agem profundamente na pele e neutralizam os radicais livres, como o OTZ 10 e Vitaminas C e E”, afirma a médica. Na hora de se alimentar, prefira lanches leves e frutas, evite muito café, mas exagere na água.

Banhos de piscina — Segundo a Dra. Claudia Marçal, antes de entrar na piscina, é necessário evitar o uso de esfoliantes e sabonetes abrasivos, o que pode tirar a proteção natural da pele. “Recomendamos a escolha também de antioxidantes orais como a Vitamina C, Vitamina E, licopeno e luteína, em fórmulas que associem também Polypodium Leucotomos, Pignogenol, FC Oral, Bio-Arct e Exsynutriment que ajudam a fortalecer a função de barreira da pele e a proteger do sol, evitando as queimaduras – tudo isso não substitui o filtro solar de uso tópico. Após o banho, é recomendável limpar a pele, para remover as impurezas, utilizar tônico ou demaquilante”, afirma. A Dra. Claudia ainda destaca a importância de usar hidratantes pós-sol, com efeitos calmantes e cicatrizantes. É essencial também ingerir muita água, antes e durante o banho de piscina, o que mantém a hidratação do corpo. Não se esqueça de proteger os cabelos também com produtos que neutralizam os efeitos do sol e do cloro da piscina.

Exposição solar na praia — A exposição solar é importante para a produção de vitamina D, mas não pode haver exageros. O ideal é se expor ao sol antes das 9h e após as 16h, mas sem abrir mão da proteção solar com filtros físicos, mesmo na sombra. “O indicado é utilizar filtro com FPS a partir de 60 e reaplicar o produto a cada duas horas, inclusive um específico para os lábios. Pessoas com pele clara devem ter cuidado extra, em relação à proteção, mas quem tem pele mulata e afrodescendente também não pode deixar de usar o filtro solar”, afirma a médica. “Além disso, a pele pode sofrer com queimaduras, eritema [vermelhidão], coceiras, irritações e melanoses [manchas]. O excesso de calor pode favorecer a produção de sebo e, de certa forma, contribuir para o surgimento de acne”, declara. Por esse motivo, a Dra. Claudia indica o uso do filtro solar com bloqueador físico a base de Dióxido de Titânio, Óxido de Ferro e Zinco, especialmente sem óleo, para as peles oleosas. O ativo OTZ 10 ainda ajuda a proteger contra o calor.

Areia e banhos de mar — A água do mar e areia relaxam e revigoram o corpo, contudo, é preciso se atentar a algumas questões que trazem danos à pele. “É importante mencionar a possibilidade de contrair infecções, provocadas por fungos e bactérias presentes na areia. A pele pode sofrer com micoses, que se alimentam da queratina na epiderme”, afirma. A médica destaca que as virilhas e pés são as regiões mais afetadas, mas não são as únicas a serem atingidas. Por isso, é importante priorizar a higiene e não ficar muito tempo com os trajes de banho molhados. No caso da água do mar imprópria para o banho, existe o risco de contrair doenças de pele, por causa da presença de fezes, urina e lixo, por exemplo. Se houver alguma ferida ou corte na pele, o contato com a água do mar pode contribuir para o surgimento de micoses.

Dra. Claudia Marçal
Dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.


Cuidados essenciais para quem vai viajar Cuidados essenciais para quem vai viajar Reviewed by Blog Hombres on dezembro 03, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.