Alimentos mais caros do mundo

Crocus sativus a planta do açafrão

Produtos alimentícios que custam muito dinheiro

Raridade, manuseio artesanal, dificuldades de plantio ou criação e baixa produtividade podem explicar por que alguns alimentos são tão caros.

A grande questão é que há pessoas dispostas a gastar uma boa grana para saborear essas preciosidades, que muitas vezes chegam a custar bem acima do que, por exemplo, o ouro.

A BBC listou quais são atualmente os alimentos mais caros do mundo. Entre eles está o café, uma das bebidas mais apreciadas do mundo.

Veja abaixo a lista dos alimentos mais caros do mundo:

Açafrão

É conhecido como o “ouro vermelho” e está no topo da lista porque sua produção depende da floração da planta Crocus sativus, que só ocorre por duas semanas durante a estação do outono. Para agregar ainda mais valor, o açafrão, que são os pistilos da flor, só pode ser colhido manualmente e são necessárias cerca de 300 mil flores para alcançar um quilo do produto.

Caviar

Muitas vezes relacionado à riqueza, o caviar também tem seu preço elevado, assim como açafrão, em decorrência de sua raridade e dificuldade de produção. O mais apreciado e valorizado é o proveniente do esturjão-beluga, encontrado somente no Mar Cáspio e no Mar Negro. Para acentuar ainda mais o preço do caviar, o esturjão-beluga está em extinção e, para retirar as ovas, que só são produzidas após dois anos, quando atinge a maturidade, é preciso matá-lo. Maior preço já conseguido por um quilo de caviar: S$ 34,5 mil.

Presunto ibérico

Este tipo de presunto só pode ser produzido de um tipo específico de suíno, o porco preto ibérico. A dieta desses porcos é baseada somente de frutos de carvalho e de castanheiros. O melhor presunto ibérico é o tipo “pata negra”. São quatro anos de cura e seu valor chegou a alcançar US$ 4.080.

Ostras


Em decorrência de sua escassez, por causa da pesca predatória, as ostras conseguiram o seu lugar no ranking dos alimentos mais caros do mundo. Um prato de ostras pode chegar a custar US$ 65.

Trufas brancas


A trufa branca nada mais é do que um fungo. É muito apreciada pelos chefs mundiais, sendo utilizada pela alta gastronomia. O que justifica o seu alto valor é sua raridade, podendo ser encontrada somente na região norte da Itália crescendo em raízes de algumas espécies de árvores. A espécie branca é a mais rara entre as trufas e já chegou a alcançar US$ 330 mil por 1,5 Kg do produto.

Carne Wagyu


Proveniente de algumas raças de vacas japonesas, a carne Wagyu também figura na lista dos alimentos mais caros do mundo. Especialistas comparam essa carne de vaca a de peixe, em decorrência de sua maciez e textura. O Kobe Beef, um dos tipos dessa carne, custa US$ 640 o quilo.

Café Kopi Luwak


E por último, mas não menos importante, abordamos o café chamado Kopi Luwak, que pode chegar a custar US$ 700 o quilo. Não experimentei ainda esse tipo de café (dá para imaginar o motivo, não), mas sua particularidade de produção é um tanto quanto inusitada. O grão de café é retirado das fezes de um pequeno mamífero chamado civeta de palmeira asiática, que vivem na região da Indonésia. Dizem que o grão, após sofrer a ação dos ácidos encontrados no estômago do animal, adquire um sabor mais intenso. E aí, teria coragem de provar este que é um dos alimentos mais caros do mundo?




Este post foi produzido baseado na matéria publicada no Yahoo.

Disqus Comments